ai tu impõe-te ó Conceição!




Não lhe deixes pôr-te mão, ai tu impõe-te ó Conceição.
Ainda mal se conheciam e já a outra te arriava
Ainda nem se apaixonava e já ela te batia
Descansavas sobre a mesa
E cada mossa da disputa e não é que aquela pu*a voltava à carga de surpresa
Com tanta fufa que há para aí, tu tinhas logo que ir com essa
E se te dou esta conversa é que também temo por ti
Mas agora que esta sina já te entrou na rotina
Não maldizes a tua sina
Só sacas gozo na desdita
Não lhe deixes pôr-te mão, ai tu impõe-te ó Conceição.


: B Fachada - Conceição


(ai melhér, tu impõe-te!)

Um comentário:

Puzz disse...

bom! muito bom...